Apresentação

cooperifa

“Comparação das tentativas dos outros com empreendimentos de navegação, nos quais os navios são desviados do Pólo Norte magnético. Encontrar esse Pólo Norte. O que são desvios para os outros, são para mim os dados que determinam a minha rota. – Construo meus cálculos sobre os diferenciais de tempo – que, para outros, perturbam as ‘grandes linhas’ da pesquisa”.

Walter Benjamin, em Passagens

Coordenadas para a navegação

Meu nome é Gabriel de Barcelos. Atualmente trabalho com jornalismo sindical, mas também participei de movimentos ligados à luta do vídeo popular e da mídia livre, como a Mostra Luta e Coletivo de Comunicadores Populares, em Campinas. Entre 2010 e 2014 desenvolvi a pesquisa “Cinema militante, videoativismo e vídeo popular: a luta no campo do visível e as imagens dialéticas da história“. O trabalho foi realizado no Programa de Pós-Graduação em Multimeios da Unicamp, sob a orientação do Professor Marcius Freire. Nele, está um estudo sobre as lutas sociais no cinema e audiovisual, desde os primórdios das imagens técnicas em movimento até a era da internet, em diferentes países e contextos históricos. Junto a isso, há uma reflexão sobre imagem e história, meios de produção, com um recorte maior dentro do campo documentarista.

Ao final, um dos participantes da banca de defesa da tese, o Professor Renato Levi Pahim, deu a sugestão de um site ou blog com os resultados da minha pesquisa. Entre os motivos alegados estava a quantidade de referências importantes, como os de filmes citados disponíveis online, relevantes para serem socializadas. A banca também sugeriu a publicação do texto em livro.

Passados três anos, não permaneci na vida acadêmica, por uma série de motivos que não vêm ao caso, dedicando-me profissionalmente à comunicação sindical. Contudo, continuei pesquisando algumas questões relativas a coletivos audiovisuais mais contemporâneos, portanto, sem me desvincilhar do meu tema de pesquisa do doutorado. Estas pesquisas mais recentes estão na página Publicações.  A ideia de começar o blog veio desta vontade de continuar estudando estes assuntos e, sobretudo, de poder publicizar o trabalho desenvolvido desde 2010.

Vamos, então, à proposta: gostaria de poder produzir um livro com o resultado das pesquisas. Sonhando alto, também pretendo realizar futuramente uma série de documentários, além de compartilhar materiais para cursos e outros tipos de formação, debate e práticas educativas.  Através do blog, a produção será realizada através de uma escrita aberta, “em processo”. Os subcapítulos da tese mencionada serão revisados, atualizados, complementados e, em alguns casos, suprimidos, para então tornarem-se postagens. Além disso, também colocarei outros trabalhos relacionados ao tema, de pesquisadores fantásticos, muitos deles apoios importantes para onde cheguei até aqui (eles estarão na aba Pesquisas Relacionadas). Com o blog, pretendo também fazer um processo dialógico, onde poderia ouvir sugestões e receber respostas de forma mais imediata dos leitores.

Mas alguém pode pensar: este tipo de procedimento não prejudicaria o ineditismo da publicação? Bem, vamos lá… Tenho para mim que a produção acadêmica deveria ser repensada. Muitas coisas ficam restritas às revistas científicas, congressos e outros espaços de pouco acesso e circulação, fechadas em si mesmas, apesar de sua importância e fomento público. O blog é uma experimentação, objetivando um diálogo e democratização maior sobre as questões trabalhadas, além de construção de um espaço hipertextual para unir diferentes materiais sobre o cinema e as lutas sociais, unindo pessoas, pesquisas e ideias.

As publicações serão, no mínimo, semanais. Desta forma, busco tornar menos pesada a leitura, de um material extenso. Os posts podem ser lido na sequência dos números indicados, ou podem ser escolhidos títulos de maior interesse (embora em alguns momentos, tenham elementos remetentes a conteúdos anteriores).

Algo importante de ser avisado: para deixar o texto mais “leve” e menos “truncado”, dentro das características de um blog, omiti as citações diretas no texto, como pedem as normas técnicas (ex: BENJAMIN, 2006, p.30). Mas a autoria e as obras de referência estarão na bibliografia, ao final de cada texto. Se houver interesse em saber mais especificamente a página de onde foi retirada a citação, recomendo procurar no PDF da minha tese, que estará disponível em Publicações, de onde retirei grande parte dos posts.

Também criei uma página no Facebook, para ajudar no acompanhamento do blog. Ele está disponível aqui. Segue lá!

Entre os tópicos desenvolvidos, que você verá neste blog estão: cinema e modernidade; a imagem dialética; o cinema operário e o Cinema do Povo, da França, nos anos 20; as mulheres e o primeiro cinema, o cinema negros dos EUA do início do século; o documentário e a política; o cinema da Revolução Espanhola; o Cine-Trem e o Cine-Olho da Revolução Russa; as influências do Neo-Realismo Italiano e o cinema do pós-guerra; o Novo Cinema Latino-Americano, entre os anos 50 e 70; o Cinema Novo; o Cinema Militante Argentino; os coletivos após o Maio de 68 na França; o cinema durante a Ditadura Militar no Brasil; o documentário nas greves do ABC Paulista entre o fim dos anos 70 e os anos 80; o vídeo popular dos anos 80; a produção audiovisual de mulheres, negras, negros e LGBTs nos anos 80; os novos coletivos de vídeo popular e audiovisual periférico após os anos 2000; a internet, o videoativismo e o ciberativismo; o documentário nas lutas estudantis entre Brasil e Chile; além de outros.

Boa viagem e aproveitem!

*

A foto que ilustra o cabeçalho do blog, na sua home, é do filme Acabou a paz! Isso aqui vai virar o Chile: escolas ocupadas em São Paulo, de Carlos Pronzato, sobre a luta estudantil contra a Reorganização Escolar em São Paulo, entre 2015 e 2016.

A foto que ilustra esta página “Apresentação” é do Cinema na Laje, projeto da Cooperifa, São Paulo.

*

Queria agradecer especialmente ao Professor Renato Levi Pahim, que deu a primeira ideia para o blog e para Maisa Calazans e Maurício Gabriel, que me ajudaram com conselhos no momento de construção do layout

Anúncios

Um comentário em “Apresentação

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: